POLÍTICA E CERTIFICAÇÕES

CERTIFICAÇÕES

Madeira Certificada

 

Um ponto muito importante para a Fibria é a certificação florestal, um processo voluntário em que os produtores demonstram adotar boas práticas de manejo dos plantios.

 

A certificação florestal é uma ferramenta internacionalmente reconhecida e visa garantir que a madeira utilizada em determinado produto é oriunda de um processo produtivo manejado de forma ecologicamente adequada, socialmente justa e economicamente viável, e de acordo com todas as leis vigentes.

 

A certificação é uma garantia de origem que serve também para orientar o comprador a escolher um produto diferenciado e com valor agregado, capaz de conquistar um público mais exigente e, assim, abrir novos mercados. Ao mesmo tempo, permite ao consumidor consciente optar por um produto que não degrada o meio ambiente e contribui para o desenvolvimento social e econômico das comunidades. Para isso, o processo de certificação deve assegurar a manutenção da floresta, bem como o emprego e a viabilidade econômica da atividade.

 

A Fibria possui duas importantes certificações que atestam o manejo florestal, são: FSC® – Forest Stewardship Council® (licenças FSC-C100042, FSC-C100704 e FSC-C110130) e Cerflor – Programa Brasileiro de Certificação Florestal. Os produtores florestais também podem buscar essas certificações.

FLORESTA (27)_resized

POLÍTICA DE AQUISIÇÃO DE MADEIRA

A Fibria Celulose S.A., produtora e distribuidora de celulose com uso de florestas renováveis e sustentáveis, assume o compromisso de implantar as melhores práticas para evitar a aquisição, fornecimento de madeira e fibra de madeira (celulose) proveniente das categorias:

 

  1. Madeira explorada ilegalmente;
  2. Madeira explorada em violação dos direitos tradicionais e civis;
  3. Madeira explorada em florestas nas quais os altos valores de conservação são ameaçados pelas atividades de manejo;
  4. Madeira explorada em florestas cujas às terras estão em processo de conversão para plantações ou para usos não florestais do solo;
  5. Madeira de florestas nas quais foram plantadas árvores geneticamente modificadas.

 

Para assegurar que as categorias sejam alcançadas, definimos internamente procedimento para compra de madeira e programa de verificação nos fornecedores de produtos florestais, assegurando o atendimento aos padrões FSC-STD-40-005 e NBR 14790.

 

Em conformidade com os sistemas de gestão de cadeia de custódia FSC®, CERFLOR e práticas responsáveis para o manejo florestal, declaramos que a FIBRIA não apoia direta ou indiretamente a realização das atividades:

 

  • Corte de madeira ilegal ou comércio ilegal de produtos florestais ou madeireiros;
  • Violação de direitos tradicionais e humanos em operações florestais;
  • Destruição de atributos de alto valor para conservação em operações florestais;
  • Conversão significativa de florestas em plantações ou uso não florestal;
  • Introdução de organismos geneticamente modificados em operações florestais em desacordo com a legislação vigente no país;
  • Violação de qualquer uma das convenções da OIT (ILO Core Conventions) conforme definido na Declaração da OIT sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho, 1998.

 

 

Compromisso Fibria

 

Segurança e saúde, meio ambiente, qualidade e sustentabilidade são temas estratégicos na Fibria e integrados ao seu negócio. Em nossa missão e visão, a Empresa assume o compromisso de gerar lucro respeitado e reconhecido por todos, e a atuar de modo que a floresta plantada, além de produzir valor econômico, também promova desenvolvimento humano, social e ambiental.

 

Relações construtivas de parcerias, confiança e respeito norteiam o relacionamento com nossos clientes e demais partes interessadas. Na Política Integrada de Sistema de Gestão, no Código de Conduta e no Relatório de Sustentabilidade estão descritos os princípios que norteiam o relacionamento da Empresa com os principais públicos envolvidos em sua atuação, valorizando a comunicação no tratamento das demandas apresentadas por clientes e cumprimento das leis vigentes no país.

 

Atuamos de forma a adequar e implantar em nossas atividades valores das certificações FSC® (Forest Stewardship Council®) e CERFLOR Programa Brasileiro de Certificação Florestal, em conformidade com os requisitos das normas:

 

  • NBR ISO 9001;
  • NBR ISO 14001;
  • OHSAS 18001;
  • Princípios e Critérios do Manejo florestal FSC-STD-01-001;
  • Princípios e Critérios do Manejo Florestal NBR 14.789 CERFLOR;
  • Cadeia de Custódia ABNT NBR 14.790 CERFLOR;
  • Portaria RAC INMETRO (Regulamento de Avaliação da Cadeia de Custódia CERFLOR);
  • FSC-STD-040-003 Padrões para certificação de cadeia de custódia de operações multi-site;
  • FSC-STD-040-004 Padrões para Fornecedores e Indústrias de produtos certificados;
  • FSC-STD-040-005 Padrões para madeira não certificada (controlada).

 

Realizamos a compra responsável de produtos florestais, promovendo o desenvolvimento social, a garantia da preservação ambiental e respeito a saúde e segurança dos trabalhadores, e buscamos por meio de uma abordagem gradativa à utilização de madeira proveniente de florestas com manejos responsáveis para a produção de celulose.

 

A Fibria apoia as práticas responsáveis de manejo florestal que promovem a sustentabilidade de ecossistemas, a manutenção da biodiversidade e benefícios ambientais, sociais e econômicos a longo prazo e, por meio da Política de Aquisição de Madeira, declaramos e enfatizamos esse compromisso.

foto

MADEIRA CONTROLADA

A Fibria conta com certificação de Cadeia de Custódia, que faz a rastreabilidade da madeira, atestando que esta foi produzida de forma adequada e adquirida de fonte legítima. Por meio do Programa de Verificação de Madeira Controlada, a empresa faz auditoria de campo nas propriedades de parceiros para identificar os pontos de atendimento à sua política de aquisição de madeira.

 

São verificados aspectos como:

 

  • Licenciamento ambiental e demais autorizações legais para a produção de madeira;
  • Verificação da origem das mudas utilizadas no plantio como evidência de que não foram plantadas árvores geneticamente modificadas (OGMs);
  • Atendimento pleno dos direitos civis dos trabalhadores;
  • Uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs);
  • Medidas de proteção de áreas de conservação ambiental nas propriedades;
  • Comprovação de que não houve conversão de florestas nativas em áreas de plantio de eucalipto.

 

 

Sobre o padrão de Madeira Controlada

 

O padrão FSC-STD-40-005 V3-1 – Requisitos para Fornecimento de Madeira Controlada FSC®, estabelece norma para que a empresa evite matérias-primas oriundas de fontes inaceitáveis em produtos FSC®, que são classificadas em cinco categorias:

 

  1. Madeira explorada ilegalmente;
  2. Madeira explorada em violação de direitos tradicionais e humanos;
  3. Madeira oriunda de florestas nas quais altos valores de conservação estejam ameaçados por atividades de manejo;
  4. Madeira oriunda de florestas sendo convertidas em plantações e uso não-florestal;
  5. Madeira de florestas nas quais árvores geneticamente modificadas sejam plantadas.

 

Em resumo, o fornecimento de madeira para as Unidades fabris da empresa no ano de 2017 é proveniente das mesorregiões relacionadas abaixo e risco classificado para cada categoria. Clique na imagem abaixo para acessar o conteúdo.

 

Resumo da Análise Due Diligence System (DDS)

 

Nota: A categoria 4 não se aplica para florestas plantadas de espécies exóticas (eucaliptos) no Brasil.

 

Para risco indeterminado, a empresa adota medidas de controle para mitigação de riscos para o fornecimento de madeira.

IMG-20160429-WA0009

CONSULTA ÀS PARTES INTERESSADAS


Em atendimento aos requisitos das normas FSC®, no caso de risco indeterminado ser designado para as categorias de madeira controlada 2 e 3, a organização deve realizar consulta pública das partes interessadas como uma das medidas de controle para mitigação de risco associado a matérias-primas fornecidas.

 

Sua opinião

 

Agradeceríamos seus comentários sobre questões que são pertinentes à madeira controlada adquirida pela Fibria.

 

Tais comentários podem incluir, mas não necessariamente, observações sobre o sistema de due diligence da empresa (ou seja, o sistema de medidas e procedimentos desenvolvidos pela Fibria para minimizar o risco de obtenção de fontes inaceitáveis).

 

Os comentários recebidos serão considerados pela Fibria para avaliar o desempenho do Programa de Verificação de Madeira Controlada em relação à norma aplicável do FSC®.

 

Acesse o questionário

Aracruz - QUESTIONÁRIO DE CONSULTA AS PARTES INTERESSSADAS
Proprietários de florestas, Fornecedor, etc
Ex.: (00) 00000 0000












Jacarei - QUESTIONÁRIO DE CONSULTA AS PARTES INTERESSSADAS
Proprietários de florestas, Fornecedor, etc
Ex.: (00) 00000 0000












3 Lagoas - QUESTIONÁRIO DE CONSULTA AS PARTES INTERESSSADAS
Proprietários de florestas, Fornecedor, etc
Ex.: (00) 00000 0000